Vai fazer a cirurgia de fimose?

Saiba o que perguntar ao seu médico na consulta pré-operatória, e confira algumas dicas práticas de como se preparar bem para o "dia D".

1. Consulta pré-operatória

A consulta em que se decide marcar a cirurgia é o momento de perguntar ao médico sobre o tipo de postectomia que será realizado.

Pergunte para ele:

  • se será uma circuncisão mais "justa" (quando é retirada bastante pele, deixando a pele remanescente mais esticada, principalmente durante ereções) ou mais "folgada" (quando é retirada menos pele, também chamada de postectomia parcial);

  • se a circunferência cicatricial ficará mais "alta" ou "baixa";

  • e se haverá remoção ou retenção do freio.


posição da cicatriz
Posição da cicatriz com o pênis ereto

Os termos alta ou baixa podem não ser de familiaridade do seu médico, e eles também são um pouco ambíguos pois com o pênis ereto (ou seja, apontado para o alto como nas ilustrações acima) o que era alto vira baixo e vice-versa.

Por isso, procure ser o mais claro possível e mostre ao seu médico onde você gostaria que a cicatriz ficasse posicionada.

Quanto ao freio, apesar de ser costumária a sua amputação (frenulectomia) junto com a do prepúcio, normalmente não existe real motivação para que isso seja feito. Por isso, certifique-se antes da operação das intenções do seu médico.

O freio (e regiões adjacentes, o chamado delta frenular) é intensamente inervado e, consequentemente, erógeno.

Considerando que a postectomia já vai ressecar a glande e retirar a maior parte da pele interna do prepúcio (e que aquela remanescente vai se dessensibilizar um pouco com o tempo, pois estará sempre exposta), a remoção do freio só viria a reforçar ainda mais o impacto que o intervento já terá em sua vida sexual.

A última consulta antes da cirurgia também é o momento ideal para o seu médico ficar sabendo se você é alérgico a algum anestésico ou antibiótico.

Não deixe de avisá-lo caso você esteja tomando algum remédio, tenha passado por algum tratamento recente ou sofra de diabetes.

Procure tirar todas as suas dúvidas, essa pode ser a sua última chance conversar com seu médico antes da postectomia.

2. Preparativos práticos

2.1 Pelos púbicos

Não é necessário que você depile a região genital, mas é desejável pelo menos aparar os pelos púbicos para que eles fiquem curtos.

Isso ajuda na assepsia durante a operação e previne que os pelos fiquem dolorosamente presos no curativo depois dela.

O ideal é aparar alguns dias antes da cirurgia, para dar às pontas dos pelos o tempo de se arredondarem novamente (logo após serem aparadas elas ficam afiadas) - mas se a sua cirurgia está marcada para amanhã não se preocupe com isso, vá em frente e apare esses pelos púbicos.

2.2 Sexo

Haverá um período de até seis semanas após a circuncisão durante o qual você não poderá ter relações sexuais. Por isso é aconselhável que você dê uma "aliviada no sistema" antes do intervento: na manhã da cirurgia procure fazer sexo (responsável) com sua parceira ou se masturbe até a ejaculação.

2.3 Álcool

Não beba álcool antes da cirurgia.

Além de deixar você desidratado, a bebida alcoólica também pode reduzir a efetividade da anestesia local.

2.4 Higiene

Na manhã da postectomia, tome um bom banho ou ducha e dê especial atenção ao pênis e regiões circunstantes. Retraia o prepúcio o máximo que você conseguir (sem forçar, para evitar a parafimose), e lave com sabonete neutro ou pelo menos enxague a área que pode ser exposta.

2.5 Evacuação

Na medida do possível, pouco antes da operação vá ao banheiro e tente esvaziar o intestino (caso já não o tenha feito em casa) ou pelo menos a bexiga - e não se esqueça de lavar as mãos!

Referências

- Crédito das ilustrações: IMC Circumcision Clinic (Londres).
- McGrath K (2001). The frenular delta: a new preputial structure. Em: Denniston GC. Understanding Circumcision: A Multi-Disciplinary Approach to a Multi-Dimensional Problem. Nova Iorque: Kluwer/Plenum, 199-206.